18/05/2008

HOJE, DE TUDO UM POUCO. E MUITA EXPLICAÇÃO!!

Ola amadas!! Cá estou eu e meio decepcionada. Sabe, estou tendo aula de aves na escola. Aprender todos os tipos, trinchar, conhecer cada milínetro delas, onde devo fazer cada corte para preservar o formato, textura e apresentação. Já tive frango, galeto, frango de leite e na última aula tive pato. E estava super empolgada pois íamos fazer uma receita com foie gras, o famoso e caríssimo fígado de pato, o qual nunca tinha visto nem comido. Achei super bacana a aula, aprendemos a fazer o famoso pato com laranja alem de outras receitas e fizemos o foie gras em escalopes com figo. Para falar a verdade, não gostei, achei muito forte e meio com uma textura ruim. Mas, enfim, estava feliz do mesmo jeito. Dai, no dia seguinte, fui pesquisar sobre foie gras na internet e qual não foi a minha surpresa pela triste história que encontrei. O Foie Gras, que é o fígado do pato, vem super grande quando compramos, com uns 500, 600gr. E sabem porque? Durante um tempo, os produtores praticam uma alimentação forçada nos patinhos, enfiando um funil de 40cm pela garganta do bichinho, e injetando a ração. E quanto mais vai passando o tempo, as doses diárias vão aumentando, até que o pato nem aguenta andar mais e acaba morrendo de vários problemas, tipo entupido mesmo. Se vocês vissem as fotos, é de cortar o coração. Tudo isso para se obter o fígado inchadão para venda por preços absurdos. Fiquei chocada com a história e muito triste. Como carne, não sou vegetariana, mas desse jeito realmente não dá. É uma crueldade!!
Deixando de lado as coisas tristes, meu fim de semana foi super corrido e com muitas guloseimas. Sexta feira, minha avózinha fez Massa Camuflada, que postarei a receita esta semana, Tabule e Quibe com Catupiry. Nossa, comi muito!! E hoje coloquei meus dotes artísticos em prática e fiz duas receitas que aprendi esta semana na escola: Fricassé de Frango e Farofa de Crutons. Tudo delicioso e que postarei as receitas para vocês agora. Vou ficando por aqui hoje pois estou cansadinha. Fiquem com as fotos do fim de semana e se quiserem receita de algo mais é só gritar!! Até amores!!
Este é a Massa Camuflada, super simples de fazer e que fica uma delícia!!

Este é o tabule. Uma comidinha leve, fresquinha e super saborosa, se feita com capricho!!

Este é o quibinho da vovó delicioso com o legítimo catupiry derretendo!!

Técnica para limpar as aves inteiras. Lave bem com água corrente sua ave inteira. Pegue um limão Taithi e corte ao meio. Ponha sal sobre uma das metades e vá esfregando no frango todo, como se estivese lavando mesmo. Por toda parte de fora e por dentro também. Deixe repousar por uns 20 minutos e lave bem em seguida. Ele estará limpinho para o uso.

FRICASSÉ DE FRANGO

Ingredientes:

- 2 frangos

- 60 ml de manteiga clarificada

- 230gr de cebola picadas em cubos médios

- 2 dentes de alho picados

- 30 gr de farinha de trigo

- 120ml de vinho branco seco

- 800 ml de fundo claro de ave

- 1 folha de louro

- 1 colher de chá de folhas de tomilho

- 120 ml de creme de leite fresco

- 200gr de cenoura em rodelas branqueadas

- 1 alho-poró em fatias ( parte branca) branqueado

- sal e pimenta do reino moida na hora

Faz assim: Trinche o frango mantendo a pele e tempere com sal e pimenta. Aqueça a manteiga e salteie o frango deixando dourar levemente. Se não couber tudo de uma vez na panela, faça aos poucos. Vá dourando e reservando numa travessa. Na mesma penela sue a cebola e o alho. Junte a farinha de trigo e cozinhe fazendo um roux branco. Junte o vinho branco e deglaceie raspando o fundo da panela para soltar os grudadinhos. Junte o fundo, o louro e o tomilho. Deixe ferver e retorne o frango a panela e abaixe o fogo. Cozinhe lentamente por aproximadamente 40 minutos ou até o frango ficar macio ao toque do garfo. Após este tempo, retire o frango da panela reservando ele num lugar quentinho. Coe o molho que ficou na panela e volte-o a panela (o molho coado). Acrescente o creme de leite e deixe dar uma engrossada. Junte a cenoura e o alho poró e cozinhe por uns cinco minutos. Acerte o tempero e retorne o frango a panela apenas para aquecer. Sirva com arroz branco e a farofa de croutons. Fica muito bom

Glossário:

Manteiga Clarificada: Método através do qual se separa os sólidos do leite, água e gordura existentes na manteiga. Este processo é feito com o intúito de se utilizar somente a gordura existente, que terá um ponto de queima (ou ponto de fumaça) maior do que o da manteiga integral. É utilizada quando se quer obter o sabor da manteiga em processos nos quais se necessita de altas temperaturas. Para preparar, coloque a manteiga sem sal numa panela de fundo grosso e leve ao fogo baixo. Aqueça, sem deixar ferver, até que a manteiga derreta completamente. Escume a espuma que se formará na superfície. Retire do fogo e, quando esfriar, remova, com o auxílio de uma concha a gordura e transfira para outro recipiente. Pode se guardar na geladeira. No fundo da panela se formara uma camada de soro líquido leitoso que deverá ser descartado.

Branquear: Cozinhar um alimento rapidamente em água fervente abundante (sem deixar chegar ao cozimento completo) e em seguida refriá-lo em água gelada para interromper imediatamente seu cozimento, com intúito de terminar seu cozimento depois e manter a cor.

Deglaçar: Adicionar vinho ou outro líquido a um preparo seco para dissolver as raspas grudadas na panela ou frigideira.

Roux Branco: Roux é um agente expessante onde usamos 50% de gordura + 50% de amido. Geralemnte se utiliza a manteiga sem sal (crua ou clarificada) e farinha de trigo. Deve sempre entrar nas produções da seguinte maneira: Roux frio com líquido quente ou roux quente em líquido frio. Após a adição do roux a algum líquido, deve-se cozinhar essa preparação por pelo menos 5 minutos, mexendo ocasionalmente, afim de que todo sabor da farinha crua desapareça. Podemos preparar 4 tipos de roux, que terão sabor e poder expessante diferentes. O roux branco é deixado no fogo apenas até que a mistura esteja bem quente, sem deixar dourar. Os demais são deixados por mais tempo, até atingirem a coloração desejada. Quanto mais claro for o roux, mas suave será seu sabor e mais forte seu poder expessante. Se extabelecermos que roux branco tem 100% de poder expessante, então podemos ter a seguinte escala: Roux Branco: 100%, Roux Amarelo 80%, Roux Escuro 50%, Roux Negro 20% a 30%. Para fazer o roux, aquece-se a manteiga e acrescenta-se a farinha de trigo de uma vez só, mexendo até formar o roux desejado.

FAROFA DE CRUTONS

Ingredientes: - 6 xícaras de croutons de pão branco sem casca, secos no forno mas não torrados (de preferência não use pão pullman) usei pão italiano, só o miolo

- 200gr de mateiga com sal

- 4 cebolas grandes bem pícadas

- 1 colher de sopa de folinhas de tomilho fresco

- 4 talos de salsão, sem as fibras, fatiados

- 2 xícaras de castanhas portuguesas cozidas, descascadas e picadas

- 1/2 xícara de salsa bem picadinha

- 1 xícara de caldo de frango

- sal e pimenta do reino moída na hora

Faz Assim: Em uma panela grande, derreta a manteiga e nela refogue lentamente as cebolas, até começarem a dourar. Junte o salsão e refogue até que fique macio. Adicione os croutons, o tomilho e as castanhas. Corrija o sal e tempere com pimenta, se desejar. Reduza o fogo para o mínimo e cozinha por no mínimo 1/2 hora mexendo de vez em quando. Se vc ver que de repente pegou um pouquinho no fundo da panela, acrescente um pouquinho de caldo de frango. Se ficar muito seca, você pode colocar umas 30 gr de manteiga a mais. Apague o fogo, misture a salsa e sirva logo em seguida. Essa farofa pode ser usada para rechear aves e pode ser congelada também. ____________________________________________________________________

Este ai é um boneco que nós mães tivemos que montar para a festa Junina deste ano. As crianças vão dançar com eles presos aos seus corpos, as meninas com um neguinho, e os meninos com uma neguinha. Este ai foi o neguinho, vulgo Mussão, que fiz pra Bia. Não ficou lindo. Penei pra fazer mas acho que ficou muito bom!! Reparem na foto a seguir o detalhe do pézinho com chinelo.

10 comentários:

Bárbara e a BB disse...

Menina, só de entrar aqui engordo... Qta coisa boa, meu Deus...
Andei meio sumida mesmo, aliás de todos os blogs, agora que estou voltando... Eu tive (fui forçada) a deletar o antigo blog, então, até dar mais cara de mim no outro, fiquei mto desmotivada...
Bom, o que importa é que voltei e adorei receber um recadinho seu!!!
to te linkando na casa nova!!!
Qto ao pato, já não sou chegada a fígado, agora sabendo que é feito assim com o pobrezinho, desanimei ainda mais!!!
Bjks e seja sempre bem vinda na nossa casa!!!
Boa semana!!

Filipa disse...

Carol quanta comidinha gostosa e cada prato mais bonito do que o outro! Não sei por qual deles iria comecar a comer :)
Que crueldade essa que fazem com os patinhos. Eu nunca provei fígado de pato e agora é que nunca vou provar!

Lindo o bonequinho, está uma graça.

Beijinhos

cozinha da drica disse...

Carol você é demais mesmo!!!Sempre postando muitas coisas boas...adorei a massa escondida...estou esperando a receita!! Bjks e ótima semana!

Luciana Macêdo disse...

Comidinhas deliciosas e dicas preciosas.
Bjs!

Agdah disse...

E nosso karma aumenta cada vez mais, segundo meu marido. O grande problema que acho é que nós brasileiros nos importamos muito pouco ou nada com a origem de nossa comida. Na verdade só nos importamos em comer. É super-frango alimentado com hormônio, peixes cheios de mercúrio, massas de pastel e chocolates cheios de gordura hidrogenada, enlatados entupidos de conservantes, mas que nada... quase ninguém se importa.

Larissa disse...

Adorei a dica de limpar o frango com sal e limão! Está anotada! ;-) Um beijo!

Marcia disse...

Eu não posso pensar no que estou comendo, senão fico morrendo de dó do bichinho, e não consigo comer mais. Esse é o motivo pelo qual eu não como coelho. Adorei os pratos que vc publicou (principalmente o quibe), e a dica sobre como limpar o frango é ótima! O boneco da Bia ficou lindo. Bjs, Carol.

edinha disse...

Quando chego aqui deparo-me não com uma receita nova ou mesmo duas mas com um show de receitas :)
Uma maravilha !
Beijinhos

Nana disse...

Tadinho do Patinho, não deixa a Ameixa Seca do http://canelamoida.blogspot.com/ ver isso. Ela tem um patinho lindo de estimação.
Lembro de um jornalista da Folha de São Paulo que fez uma campanha contra (super engraçada tb) esse metedo.
Não teria coragem de comer, mesmo sabendo que um dia poderei fazer.
bjs

Mel L. Ramos Bryar disse...

Querida Carol...é por estas e outras histórias com animais(pq com a vaca e galinha fazem coisas muito ruins tb) que optei em comer carne de frango ou boi...só de fazendas autenticadas com certificado de respeito a vida natural dos animais e qdo não encontro...não como faço questão!!!!Pois, as maravilhas das verduras e frutas(orgânicas de preferência) suprem nossas necessidades!!!Mas, td são opções querida...que construimos ao longo da vida!!!!Amei o boneco e a idéia para a festa junina da escola dos pequenos!!!bjs