25/10/2008

Testes, receitas, encontro e Mara Sales

Olá Queridas!!! Muita coisa aconteceu desde meu último post. Fiz meus testes gastronômicos com os ingredientes que comprei no CEASA, tive minha primeira aula com a maravilhosa Mara Sales, conheci a fofa da Nana do blog Manga com Pimenta e estou estrando para uma nova comunidade. A partir de amanhã, serei a mais nova componente do blog QuattroRagazze brasiliane nella cucina italiana que mudou seu nome para Ragazze brasiliane nella cucina italiana graças a minha presença!! Espero poder contribuir com oque melhor puder pois as meninas são incríveis e o blog é maravilhoso. Não deixem de visitar. Cozinha, receitas, notícias e informações desse país maravilhoso que é a Itália.

Bom, na quarta-feira passada foi a vez do teste da quirela, dos feijões jalo e rajado e da abobrinha japonesa que esqueci o nome. Vejam os resultados.
QUIRELA
Fiz Assim: Deixei a quirela de molho de um dia ao outro. No dia seguinte na hora da janta. Aqueci um pouco de manteiga, escorri a quirela e refoguei na manteiga por uns 5 minutos. Fui acrescentando água fervente e cozinhando até a quirela ficar bem macia e temperei só com sal. A parte piquei um pedaço de queijo de coalho e duas bananas da terra. Coloquei manteiga numa frigideira e primeiro dei uma fritadinha no queijo de coalho, acrescentei a banana e fritei mais um pouquinho, assim que a quirela estava no ponto, juntei a banana com o queijo e mexi até misturar bem. Uma comida super simples de tempero (só usei sal) e que tem um sabor extraordinário pois o sabor da banana e do queijo completaram o sabor do prato sem que nada faltasse. Nota 10!!







OS FEIJÕES


Fiz Assim: O processo do feijão nosso de cada dia. Como havia comprado apenas 200g de cada um, juntei os dois para cozinhar. Deixei eles de molho por umas duas horas e depois levei a panela de pressão apenas com água, óleo e uma folha de louro. Coloquei a cozinhar e deixei por 40 minutos. Abri a panela e deixei sem tampa fervendo em fogo baixo para engrossar. A parte fiz um refogadinho com cebola roxa, alho (tudo bem picadinho) e linguiça calabresa cortada em rodelas com azeite extravirgem. Refoguei bem e joguei no feijão. Deixei ferver até o caldo ter engrossado e estava pronto. Ficou com um sabor incível, muito macio o grão e mais clarinho que o tradicional. Arrazou!!




A ABOBRINHA DE NOME ESQUECIDO


Fiz Assim: Meu tio uma vez fez um chips de beterraba onde cortou a beterraba em rodelas hiper finas e deixou de molho no vinho do porto por uma hora. Depois simplismente fritou em óleo quente. Ficou maravilhoso. Lembrei deste episódio e tentei fazer o mesmo com a abobrinha. Descasquei-a e cortei em rodelas. tirei as sementes e coloquei de molho no vinho branco por duas horas. Escorri e resolvi empanar as rodelas numa farinha de camarão que tinha no armário, receita de Ana Soares do mesa 3 Gastronomia. Empanei as rodelas e fritei em óleo bem quente. Ficou muito bom, macias e saborosas.



A AULA DE MARA SALES


Já havia feito uma aula de comidas brasileiras com a Mara Sales e quinta-feira começei meu módulo no curso de cozinha regional e será a Mara que dará as aulas. A 1° foi demais. Ela nos explicou tudo sobre a mandioca (macaxeira, Aipim no Rio). Seus tipos, sua origem e seus derivados. Uma aula teórica-explicativa com muita informação. A Mara é uma cozinheira típica cabocla. Ela preza pelos ingredientes frescos, naturais e regionais. Uma mulher estudiosa e conhece muito do que fala. Tem um grande orgulho da mãe que foi cozinheira exímia e grande influenciadora de seus pensares. Um módulo para aproveitar cada segundo de aula. As receitas da 1° aula foram Arrumadinho, que um prato de inclui 4 recitas: Feijão de corda, um vinagrete (que lá eles chamam de verdura), uma farinha típica de mandioca e a carne seca frita. Uma maravilha. Teve também o Tacacá, prato servido em cumbuca de coco que leva caldo de tucupi, goma, jambú e camarão seco. Forte que arde até a alma. E depois teve um peixe chamado Filhote na folha de bananeira com molho de ervas com purê de banana da terra. Vocês imaginem só que perdição foi essa aula. Uma comida simplismente deliciosa e saborosa até o último!! Comi bem!! Para quem não conhece e quer provar uma excelente comida, a Mara comanda as panelas do Tordesilhas. De um chego lá que garanto a comida boa!!










Tordesilhas
Rua Bela cintra, 465 - SP/SP - 55.11.31077444


TESTES DA FORMATURA E ENCONTRO COM A NANÁ DO MANGA COM PIMENTA


Hoje fui pra escola encontrar meus companheiros de grupo da formatura. ficamos com a parte da confeitaria e fomos testar as receitas que escolhemos e fazer as fichas técnicas. Aproveitando a situação, convidei minha nova amiga e companheira de blog, a Nana, para ir conhecer a escola e me conhecer também, claro. Foi uma manha incrível. A Nana chegou toda tímida mas logo colocamos ela na dança também. ajudou a gente em todo o processo de teste e adorou!! Foi muito legal. Nossas receitas deram certo e a Nana se mostro ser a pessoal incrível e meiga do jeito que imaginei. Dei a ela uma lembrança bem legal, o livro do meu curso, 400gr e acho que ela amou. Só sei que adorei nosso encontro e espero que ainda ocorram muitos. Valeu pelo dia Nana, foi muito bom!! Mas ó, não vai pensando que acabou. dia 08 você já tem compromisso, não esqueça!!







MEU FIM DE SÁBADO. MELHOR IMPOSSÍVEL!!




4 comentários:

ameixa seca disse...

Eu também quero conhecer essa cozinha, a Nana, você... tudo!!! ;)
Que caracóis mais lindos :) Belo final de dia!

Nana disse...

Estou esperando o gordo colocar as fotos hehehe
Eu tenho uma de vc tb trabalhando.
Obrigada por tudo e dia 8 confirmado hahaha
Amei o livro, ando com ele para baixo e para cima, o Pedro fica era o que vc queria né amor kkk
Bjs

Emília disse...

Seu filhinho é LINDO!!!
Beijinhos

Raquel disse...

Ai aquelas duas tortinhas ali em cima... vou comer a tela!