05/12/2008

Brigadeiro de Colher e Meu 1° Nhoque

Oie!! Ai ai, Férias chegando e minhas crioncinhas (como diz minha amiga Marcita) estão hoje em seu último dia de aula. Vai começar a bagunça!! Final de ano, muitas coisas a pensar e se fazer. Casa pra deixar em ordem para o começo do ano, armários pra arrumar, compras a fazer e com os filhotes do lado tudo se complica. Ta na hora de por a criatividade em dia e manter esses nossos anjos ocupados!! A Bia teve uma festinha de amigo secreto na escolinha e tinha que levar um prato doce. Prato doce pensei, oque poderia fazer. Pensei, pensei, e ai fez-se a luz. Brigadeiro. Quer coisa doce que criança goste mais que um belo brigadeiro!!! Mas não queria fazer o tradicional, tinha que inventar senão não teria graça. A Receita é simples: Faça um brigadeiro normal com leite condensado, manteiga e chocolate em pó. Um segredinho: Depois que desliga o fogo, acrescente uma boa colherada de creme de leite fresco ou uht e misture bem. Dá uma cremosidade incrível ao brigadeiro. Veja como ficou lindinho!!

A Bia disse que a mulecada atacou que não durou nem 5 minutos.
*************************************************************************************

AGRADECIMENTO

Queria agradecer de coração a Neyma do Vó Mindoca por este mimo lindo. Tenho muito carinho por cada mimo que recebo, por mais que seja igual a outro, cada pessoa que presenteia é única e especial. Com a Neyma não seria diferente. Uma querida que QUASE conheci e que tem um carinho muito bom por mim e me deixa feliz!! Neyma, obrigada de coração!! Como sabem, não repasso esses prêmios a ninguém em especial pois acho que todos os meus leitores merecem recebe-los. Então, quem ainda não ganhou, sinta-se presenteado com esse lindo mimo por mim!!
**********************************************************************************

Domingo passado cismei que tinha que fazer nhoque. Minha vó é nhoqueira de mão cheia e quando ela faz, vem a prole inteira pra encher o bucho aqui em casa. Eu nunca vi um prato acabar tão rápido como o nhoque da minha avó num almoço de domingo aqui em casa. O italianada boa de garfo viu. Pois bem, cismei com o nhoque porque não me conformava em nunca ter feito nhoque na vida morando com minha vó. Ai fuçei em casa, vi umas batatas olhando pra mim, eu olhei pra elas e decidi. É hoje que sai meu 1° nhoque. Muito bem. Não olhei receita nenhuma, fui pelo que sabia de ver minha avó fazer, juntei umas técnicas de escola e vualá. A coisa saiu boa demais que ninguem deu bola pro macarrão da minha mãe. Vejam só o resultado.



NHOQUE DE BATATAS E INHAME COM BECHAMÉL E GRUYERE

Ingredientes: 5 batatas grandes, 4 inhames médios, 2 gemas, sal, nóz moscada, 1 pires de ciboulette picadinha, farinha de trigo o quanto baste, 150g de quijo gruyere ralado, 1 punhado de farinha de rosca.

Faz assim: Cozinhe as batatas e o inhame até que estejam bem macios. Passe-os ainda quente pelo espremedor por duas vezes e espere que esfrie bem para juntar os outros ingredientes. Se você começa por farinha com a massa de batatas quente ela demora muito a endurecer e você acaba colocando farinha demais. Quando estiver bem frio, junte as gemas, a ciboulete e um pouco de noz moscada ralada. Misture bem. A farinha é o seguinte: Vá colocando aos pouquinhos até que a massa fique num ponto que você consiga fazer bolinhas com a mão. O segredo deste nhoque é tentar usar o menos farinha possível para que ele fique bem levinho. A massa fica um pouco mole mesmo, é preciso certo jogo de cintura para moldar as bolinhas. Esse nhoque não dá para enrolar e depois cortar os pedacinhos com a faca. Tem que moldar as bolinhas nas mãos, como brigadeiro. Vá moldando as bolinhas e colocando numa assadeira enfarinhada pra não grudar. Enquanto faz as bolinhas, ferva bastante água com sal. Vá cozinhando as bolinhas em pequenas porções para que não grudem. Para cozinhar, basta joga-las na água fervente e assim que elas subirem para a superfície da panela já estão prontas. Tire-as com uma escumadeira e vá ajeitando em um refratário. Vá regando um pouco de azeite extra-virgem para que as bolinhas fiquem bem soltinhas. Reserve.

MEU BECHAMEL

Ingredientes: 1/2 cebola em brunoise (bem picadinha), 1 colher de sopa de manteiga, 600ml de leite, 2 colheres de sopa de farinha torrada, sal.

Farinha torrada: Coloque farinha de trigo numa assadeira e leve ao forno a 180°C até que fique bem seca, não pode ficar marron, deixe uns 20 minutos apenas para que torre. Com ela você pode engrossar qualquer molho ou oque quiser sem precisar de maizena ou torra-la na mateiga.

Faz assim: Frite a cebola na manteiga e acrescente o leite. Deixe que ele aqueça bem. Dissolva a farinha em um pouco de leite e acrescente ao molho. Rale um pouco de nóz moscada e tempere com sal. Depois que ferver deixe cozinhar por uns 10 minutos em fogo baixo.

Montagem: Pegue o nhoque que ja está na travessa. Despeje o bechamel por cima. Salpique um pouco de farinha de rosca (ela dá crocância) e o queijo gruyere por cima de tudo. Le ao forno para gratinar e sirva. Desculpem a péssima foto. E que estava todo mundo tão desesperado pra comer o tal do nhoque que quando lembrei da foto, já era meio tarde, o bichinho já estava pela metade. Mas dá pra se ter uma idéia!!


11 comentários:

Ana Powell disse...

Olá aposta que a criançada toda adorou os brigadeiros.
Ficaram bem bonitos para uma festa.
Desejo-te um feliz fim de semana.

Excelente música

ameixa seca disse...

Brigadeiro de colher né? Nunca provei mas deve ser super bom e nhoque também nunca comi. O aspecto está super bom :)

Nana disse...

Carol, não creio que foi o seu primeiro nhoque?! Ok, a respeito a vovó, melhor não mexer na cozinha e deixar ela fazer.
Amo nhoque fresquinho, é tudo de bom.
Ah e os brigadeiros servem para adultos tb, queria um potinho desse hehehe
bjs

Luciana B. disse...

Carol, adorei! Seu primeiro nhoque ficou com cara de "profissa" mesmo :)
E os brigadeiros ficaram demais, ano que vem COPIO SUA IDÉIA!
Beijos

Cristina Momentos Preciosos disse...

Os brigadeiros ficaram lindos,lindos,lindos obrigada pela dica.
Qt ao nhoque nunca comi,quem sabe um dia destes.
bjs grandes

vani disse...

Carol que lindos, nunca comi nhoque esse teu tá uma beleza mas num combina com a minha dieta vou passar batido pelo blog rsrsrsrrs beijos

Martuxa disse...

Os brigadeiros de colher são óptimos para uma festa de crianças!
O nhoque já comi algumas vezes, mas nunca fiz, porque sempre achei que era trabalhoso. Vendo as suas fotos fiquei com vontade :)
bjs

Emília disse...

Oi Carol, adorei a dica do creme de leite! E nhoque com inhame nunca tinha visto!
Beijinhos

Marcia disse...

O brigadeiro está lindo, a criançada deve ter adorado.
Nunca experimentei o nhoque com inhame. . .e olha que adoro inhame. Vou testar logo logo.
Vou tentar passar mais vezes por aqui, o tempo anda curto.
Boa semana

Mão na Massa disse...

Os brigadeiros ficaram um espanto não admira que não tenham durado, se estivesse lá eu!...

Bjs

Laurinha disse...

muito chique e invocado este nhoque! e deu vontade de experimentar, ah, deu!
anotei...

e brigadeiro de colher é bem a cara da minha filha, ela veio aqui e disse que ficaram uma graça... vai fazer à noite... quero só ver se ela vai deixar pia/panela/talheres e etc lavados...:DD

Beijinhos