28/02/2010

CIABATTA RECHEADA, DEPOIS DA MEDITAÇÃO


Eu sou uma pessoa mega estressada. Não estressada assim de gritar, brigar com todo mundo. Na verdade, é um estressada mais de agitada, anciosa (isso eu sou e muito) e ai acabo atingindo um nível de estress que não é bom para mim. Se tenho algo que vai acontecer daqui uma semana, já estou pensando como vai ser, se vai dar certo, se vai dar errado. Quando meu marido fala que talvez tenha que ir viajar durante uns dias, ja fico preocupada que vou ficar sozinha, sem ele para dormir e isso acaba me causando estress. Muitas vezes, nem a noite consigo relaxar.
Eu definitivamente teria que praticar algo como a Yoga, meditação, para tentar relaxar mais, conseguir me conter nos meus impulsos.
Quando estava grávida do Pedro, minha vizinha dava um curso de gestantes num orfanato perto de casa, então, me convidou a participar. Fui e sabem, foi a coisa mais deliciosa que fiz na minha vida. Pude conhecer muitas mães carentes e suas histórias de vida, e aprendi tanto com elas, sabia? E no final das aulas, faziamos meditação. Era incrível. Ouvíamos uma musica bem suave e minha vizinha falava umas palavras lindas, nossa, era mágico como dava para se conectar com o bebe na barriga, recomendo a todas que estejam grávidas!

Achei uma matéria bem legal que fala um pouco sobre a meditação. Espero que gostem, acho bem bacana para quem precisa aprender a relaxar.


BENEFíCIOS DA MEDITAÇÃO

Os números impressionam. Comparada com os efeitos produzidos apenas por medicamentos, a meditação transcendental diminuiu em 49% as mortes por câncer, em 30% as decorrentes de problemas cardiovasculares e em 23% as provocadas por doenças em geral. O estudo, publicado no prestigiadíssimo periódico American Journal of Cardiology, durou nada menos do que 18 anos e foi feito com 202 homens e mulheres idosos e hipertensos que se dedicaram a essa prática sistematicamente. Duas vezes todo santo dia, durante 20 minutos nada além disso.

Note que o estudo se refere à meditação transcendental, uma entre as cerca de 6 mil técnicas meditativas existentes no mundo. Não que as demais não sejam eficazes. São e isso já está mais do que comprovado. "Todas causam um estado de relaxamento psicofísico", explica Roberto Cardoso, professor do Curso de Especialização em Medicina Comportamental da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). O que diferencia a transcendental das demais é além da simplicidade, a rapidez de seus efeitos. "Ela age de forma surpreendente desde os minutos iniciais, permitindo que o corpo descanse duas vezes mais do que durante o sono", afirma Robert Schneider, diretor do Centro de Prevenção e Medicina Natural da Universidade Maharishi, em Iowa, nos Estados Unidos, e um dos principais autores da pesquisa. Relativamente nova, foi criada há cerca de 40 anos por Maharishi Mahesh Yogi, que se tornou famoso depois de virar o guru dos Beatles.

Diferentemente de outras técnicas, a meditação transcendental não tem cunho religioso nem requer rituais ou a repetição de complicadas palavras em sânscrito, língua indiana predominante em religiões como o budismo e o hinduísmo. Basta se sentar e não precisa ser na clássica posição de lótus e meditar, sem a necessidade de total isolamento. No chão ou numa cadeira, num sítio bucólico ou numa movimentadíssima avenida, não importa. O resultado é o mesmo, desde que, é claro, você se mantenha numa posição que não force os ossos nem os músculos. Segundo especialistas, o corpo e a mente entram num estado de relaxamento profundo que ajuda a eliminar o estresse. "Ao permitir ao corpo esse descanso, a inteligência interna desperta e restaura o que estiver em desequilíbrio", explica Schneider.

Traduzindo em miúdos, a meditação faz aumentar as ondas alfa no cérebro, relacionadas ao relaxamento. Nesse estado, cai o consumo de oxigênio, desaceleram-se os batimentos cardíacos e o metabolismo inteiro diminui. Em outras palavras, o organismo gasta menos energia para funcionar. "Isso representa um tremendo repouso", diz Cardoso. Sem contar que a prática regular reduz o estado de alerta permanente aquela mania que a gente tem de estar sempre ligado em tudo e manda embora a ansiedade. "Depois de dois ou trás dias, já dá para sentir maior serenidade interior", garante Markus Schuler, professor da Sociedade Internacional de Meditação Transcendental, em São Paulo.

Meditar significaria, então, a cura de todos os males? Para o acupunturista Norvan Martino Leite, de São Paulo, esse é um treinamento mental que pode ajudar a debelar muitas doenças. "Não existe técnica milagrosa", diz ele, que ensina um método meditativo chinês aos seus pacientes. "A prática regular cria condições para resolver os problemas e, assim, melhorar a saúde", afirma.

Na raiz de grande parte das doenças estaria o estresse, que, como se sabe, dá maus frutos. "Ele aumenta o desequilíbrio de hormônios, como o cortisol, que inflama as artérias. Isso causa hipertensão e pode resultar em derrames e ataques cardíacos", resume Robert Schneider. A meditação transcendental, utilizada no estudo, confirmou algo que os cientistas já suspeitavam: ela contribui até para evitar o acúmulo de placas gordurosas nas artérias do coração, a temida aterosclerose.

Para a consultora de ambiente hospitalar Célia Cristina Catenaccio, de 50 anos, a prática da meditação foi decisiva para vencer um tumor alojado no cérebro. "Só consegui enfrentar 13 cirurgias seguidas por causa dela. Um dia, depois de uma operação de 12 horas, já me levantei da maca para meditar. Graças a isso, consegui reduzir minha internação em 12 dias. Se não fosse a meditação, eu não teria suportado."

Ela só faz bem
Há mais de 30 anos a Medicina estuda os benefícios dessa prática milenar, seja para prevenir doenças, seja para tratá-las ou mesmo servir de atalho para a cura. Além de ensinar nosso organismo a gastar menos energia e dar um breque no efeito dominó do estresse, a meditação nos ajuda a raciocinar melhor.

Segundo pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, a prática aumenta a atividade na região frontal do cérebro, responsável pela concentração, abstração e atenção. Outros estudos também comprovaram que a meditação retarda o envelhecimento, melhora a qualidade de vida de portadores de doenças graves e auxilia na redução do consumo de cigarro, álcool e outras drogas.

///////////////////////
Passo-a-passo
Aprenda a técnica básica da meditação. Inspire e expire sempre pelo nariz.

1. Com uma roupa confortável e os pés descalços, sente-se num local onde se sinta bem acomodado. Se for numa cadeira, fique na ponta para apoiar os pés no chão. Numa almofada, cruze as pernas.


2. Encaixe os quadris e mantenha a coluna ereta. Solte os ombros para não formar a musculatura. Evite mudar de posição, mesmo que sinta dor e desconforto. Isso facilita a concentração e evita os pensamentos dispersivos.

3. Para manter a cabeça na linha da coluna, inclinelevemente o queixo para baixo até que ele fique paralelo ao corpo. A língua no céu da boca facilita a passagem da saliva. Mantenha os olhos semi-abertos e fixe-os num ponto para não adormecer.

4. Coloque a mão direita sobre a esquerda e una a ponta dos polegares. Repouse as mãos nesta posição em seu colo. Agora, procure esvaziar a mente, sem se concentrar em nenhum pensamento.

Fonte: Revista Sa�de

A receita de hoje vem do blog da quituteira e grande amiga Iliane, que por sua vez, pegou a receita lá no site da Dona Palmirinha. Estava afins de fazer um pão recheado mas diferente dos pães que costumo fazer. Até que vi essa Ciabatta no blog da Li. Sua aparência me agradou muito e foi minha escolhida. Estava com medo pela ciabatta ser um pouco dura, com a casquinha bem conscistente, mas essa ficou perfeita. A casca não fica dura, fica bem crocante e o miolo ficou bem macio e saboroso. Vou postar a receita da massa, o recheio fica a escolha do freguês. No meu caso, fiz um belo refogado de frango e também coloquei requeijão cremoso da TIROLEZ.

CIABATTA RECHEADA

INGREDIENTES

- 1 kg de farinha de trigo

- 1 colher (sopa) de leite em pó

- 1 colher (sopa) de açúcar

- 1 colher (sobremesa) de sal

- 700 ml de água morna

- 30 g de fermento biológico fresco

- Farinha de trigo para polvilhar

Recheio a gosto


MODO DE FAZER

- Em um recipiente coloque o fermento esfarelado e o sal.

- Mexa até obter um líquido.

- Adicione a água morna.

- Mexa e reserve.

- Em um recipiente coloque a farinha (reserve um pouco), açúcar e leite em pó.

- Mexa para se agregarem.

- Junte o fermento reservado e misture adicionando a farinha reservada.

- A seguir, sove sobre superfície enfarinhada.

- Após sovar a massa, abra com auxílio do rolo.

- Empregue o recheio

- Feche unindo as extremidades.

- Coloque em uma assadeira retangular (não precisa untar).

- Polvilhe a ciabatta com farinha de trigo.

- Deixe dobrar de volume.

- Leve ao forno pré aquecido á 150°C por cerca de 15 a 20 minutos, e à 180° por mais uns 10 minutos
.

25 comentários:

Anna disse...

Eu sou parecida com você no stress, sou assim mesmo.
Este Pão Ciabatta, já anotei para fazer em breve, deve ficar muito bom mesmo.
adorei
Beijos

Gina disse...

Acho uma boa fazer meditação, embora nunca tenha feito.
Deixar de focar nas causas da ansiedade, certo?
Bjs.

Sarinha disse...

Anotadíssima a receita da ciabatta!! Perfeita!

Fiz mtos anos de meditação....preciso voltar!!! Ando estressada tb ...aff

Boa semana! Bjo

Bombom disse...

Oi, Cerejinha, como eu te compreendo! Isto de ansiedade e stress é um mal dos tempos agitados e difíceis que vivemos. Há já uns anos eu tive uma depressão e tive mesmo que me tratar com um bom Psiquiatra. Mas de vez em quando tinha como que uma recaída e não conseguia gerir os conflitos da vida. Então conheci o Silva Mind Control ou Método Silva de Controle Mental. É parecido com o transcendental, mas ainda acho mais simples. Foi muito bom porque desde aí nunca mais tive recaídas e aprendi a dominar o stress e a ansiedade.Claro que não se consegue sem treino, mas isso é como tudo. Sem trabalho nada se consegue.
Esse Pão Ciabatta deve ser mesmo gostoso! É quase uma refeição completa. Bjs. Bombom

Tânia disse...

Amiga...preciso encontrar tempo para meditar. Já fiz há tempos, mas na onda de stress que estou, só acalmando "sovando" massa, como esta ciabatta divina.
A Iliane é mesmo uma mágica quando se trata de pães!
Que pena que não deu certo hoje, mas não vai faltar oportunidades.
Beijão

Dani Bros disse...

Maravilhoso!
Gostaria de convidá-la a visitar meu blog tem idéias e receitas bem legais!
http://casadfarinha.blogspot.com/
Uma ótima semana para você!
bjks

Rachel disse...

Precisar, até que preciso, mas quem disse que tenho concentração para isso...rs!
Adorooo ciabata, e esta recheada deve ser ótima, anotada!
Bjuss e ótima semana para você!

Luciana B. disse...

Ficou perfeita esta ciabatta recheada, adorei Carol!

Marly disse...

Oi, Carol,

Não há dúvida de a meditação é benéfica, sobretudo para nós, os mais ansiosos. Porém, há outras formas de alcançar o relaxamento proporcionado pela meditação.
Adoro ciabatta sem recheio, que dirá com recheio, rsrs.

Beijinho e boa semana.

Iliane disse...

ah..amiga..eu sou igualzinha a você..sou ansiosa..super extressada!!!e..parace que quanto mais o tempo passa ..mais aumenta a minha ansiedade!ninguem merece..acredito que nada..resolva isso em mim..nem meditação...rssss..ah que bom que você fez e gostou..gosto muito das receitas da palmirinha..sempre fucionam comigo..bjus e obrigado pelo link e pela confiança tambem...

Mari disse...

Oliver, que pão é este? O recheio deve ter ficado incrível, heim. Beijos,M. Bourdain.

Bárbara disse...

bom heim caroca !!!
saudadesss
bom aqui no interior..vida corrida. aff
tenho feitos as encomenda..consegui uma festa prá semana q vem.. fora o café..
e aqui na loja..

sabe de algum lugar ai..ou se vc tbm tem dicas até uma aula de bolos técnicas sabe..? to presicando..

bj

qq entra no msn..volto 14 do almoço

Fla disse...

Carol, eu também sou mega estressada. Acho que não conseguiria fazer uma aula de ioga ou algo parecido...rs.
Ia sair de lá mais estressada.
Adorei a receita...nossa fiquei com mta vontade.
Beijos

Marcia Gullo disse...

Oie, tam um lindo selinho pra voce la no BLOG DA GULLO, e eu ficarei muito feliz se vc aceitar.
Bejus e inté.
Marcia Gullo

http://blogdagullo.blogspot.com/2010/03/obbbbaaaaa-o-primeiro-selinho-de-2010.html

Paula Pacheco disse...

Carol amiga...essa ciabata recheada ficou ó...suculenta, muito boa e fácil de fazer. Hoje em dia todos deveriam fazer meditação,yoga...sou meio parecida com seu jeito, estressada e anciosa uma semana antes kkkk, fiz 3 meses antes da filhota nascer e me apaixonei...nunca na minha vida pensei que ia gostar tanto dessa atividade, relaxa os nervos, musculos muito bom,
bjs e ótimo dia
Paula

Renata Boechat disse...

Se é receita da Li, e a mão da cozinheira é boa...tem erro não!
Delícia na certa!
E esse negócio de fazer meditação...sabe que seria uma boa? Mas quem disse que eu consigo ficar parada por cinco minutos que seja?
Quando a coisa tá feia, pega um "cado" de farinha e dana a fazer pão...pronto, passa tudo!

Santa Gastronomia disse...

Cris:
ansiedade, stress, com certeza estas palavras fazem parte do nosso vocabulário, principalmente quando se é síndica de seu condomínio, como é o meu caso (ai, ai..). No livro "Comer, rezar, amar", um xamã ensina a autora a sorrir, enquanto medita.
Taí outra dica!
Ah, e já anotei a receita da ciabatta!
Bjus..

Nani disse...

A ciabatta cresceu imenso, que delícia de receita, bjs.

Minha vida, minha cozinha. disse...

Arrasou no pão recheado!
Estou de volta me visita.
Bjão.

V disse...

Carol, fiz Yoga quando esperava meu pequeno e foi maravilhoso! As mamães do curso ficaram amigas e até hoje (quase 5 anos) nos falamos sempre e mantemos contato! Realmente a gente precisa aprender a desacelerar!
Amei a receita da ciabatta!!!! Deve ser uma loucura!
Beijos!

Verena disse...

Esse V sou eu...acho que apertei o botão antes de colocar os dados...sorry, amiga!
Beijos!

inspirações da Jô disse...

Yoga é tudo de bom mesmo!
A meditação é uma ótima forma de encontrarmos paz interior, é uma sensação muito boa mesmo!!!!!
Mudando de assunto; essa ciabatta ficou 1000!!!!!! No Cerejinha já é um costume, entrar e se deliciar com as delícias que a senhorinha faz e dividir do seu alto astral é sempre um grande prazer!!!!!!!!
Beijos e uma ótima sexta!!!!!!!!!

Emília disse...

Nunca fiz meditação, mas não tenho dúvidas de que é muito bom!
Bom como essa ciabatta maravilhosa!!
Beijinhos

Aqui na Cozinha disse...

Já eu tenho feito Pilates e acho que tem me ajudado muito, tb.
Beijos
Patty Martins

Cucchiaio pieno disse...

Adorei as dicas de meditação, valeu!

Hummm, que maravilha de ciabatta, parabéns pelo talento.
Um abraço
Léia