10/12/2008

Grapefruit e Shimeji

Ola amadas. No dia em que fui na Liberdade fiz várias comprinhas. coisas gostosas e que tinha vontade de provar. Uma delas foi a grapefruit. Já havia provado na escola num tartare de namorado mas queria saber como ela era, in natura. Pois bem, cheguei em casa, abri e realmente, linda ela é mesmo, acho que tem uma cor incrível. Fui logo fazendo uma saladinha de fruta. Mas na hora de comer, gente, que amarga. Azeda ao extremo, nem com açúcar eu gostei. Enfim, comemos mesmo assim. Outra comprinha que fiz foi do Shimeji, cogumelo que amo (e já comi várias vezes!!). Fiz uma receitinha bem boa e é ela que posto hoje para vocês. Antes, um pouco de informação sobre a grapefruit e sobre o shimeji também. Gastronomia também é aprendizado!!! Um grande beijo!!

Grapefruit


Pouco conhecida no Brasil, esta fruta que lembra a laranja, tem sabor que combina o doce, o ácido e um leve amargor.
A grapefruit (Citrus paradisi), da família das rutáceas, é uma fruta natural da Jamaica. Costuma ser confundida com o pomelo (Citrus maxima), mas há botânicos que a classificam como um híbrido natural do pomelo. Com formato semelhante a uma laranja e uma casca amarelada bem espessa, apresenta polpa suculenta, que pode ser amarela, rosada ou avermelhada. Seu sabor é ácido e, ao mesmo tempo, doce e com notas mais ou menos amargas. Daí o encanto da fruta com transições marcantes de sabores, sem falar no aroma cítrico.
Como comprar e armazenarEscolha as que têm mais peso pelo tamanho da fruta, o que significa maior suculência. As que apresentam a casca mais brilhante são mais frescas. Evite comprar frutas murchas, com casca opaca ou com manchas escuras e casca descolorida. A grapefruit pode ser armazenada em temperatura ambiente por até 10 dias. Em dias mais quentes, no entanto, é melhor guardar na geladeira. Neste caso, retire a fruta da geladeira 1 hora antes de servi-la, para garantir seu sabor e sua suculência.
Como usarPara servir a grapefruit in natura, parta a fruta ao meio e retire os gomos com uma colher própria. Se preferir, acompanhe com uma fina camada de açúcar. Na culinária, a grapefruit pode ser grelhada e acompanhar pratos salgados. Experimente com pato, peixes, camarão e carne de porco. Uma boa combinação é servi-la em gomos com salada de folhas verdes. O suco da grapefruit pode ser usado para preparar sorbet, flãs e gelatinas.
Perfil nutricional de uma grapefruit média (200 g)

Energia - 25 kcaloriasGorduras - 0,1gProteínas - 0,5 gCarboidratos - 6 gFibras - 0,8 gPotássio - 102 mgVitamina C - 25 mg
(Fonte: aqui )
__________________________________________________________________

Shimeji


O shimeji é uma espécie de fungo comestível, rico em vitaminas B-12. Inicialmente cultivado em paises orientais, hoje difundido em todo o mundo. O shimeji tem duas variações popularmente conhecidos como shimeji preto e o shimeji branco. Seu nome científico: Pleurotus ostreatus. A diferença da coloração se deve ao método de cultivo e variação genética. Esta diferenciação produz resultados culinários diferentes.
O Shimeji é um dos cogumelos mais difundidos no mundo. Assim como o Shiitake, o Shimeji, cujo nome científico é Pleorotus Ssp, é muito consumido na Ásia, principalmente na China. É também um velho conhecido dos pratos japoneses
Pode ser encontrado fresco ou desidratado, o Shimeji é consumido em pouca escala no Brasil. Sua produção ainda é limitada, embora apresente um crescimento gradativo no consumo e hábitos nas mesas brasileiras. As colonias japonesas e chinesas são as maiores consumidoras.
Este cogumelo cresce em pencas, com um chapéu que cresce até cerca de 2 centímetros de diâmetro. Também possui niveis nutricionais elevados e baixo índice de calorias, o que torna ideal para dietas. No lado benéfico, estudos indicam a sua eficiência no combate ao câncer e ao colesterol.
Propriedades Terapêuticas: As propriedades medicinais de Pleurotus são conhecidas na Ásia, Europa Central, América do Sul. Estudos mostram que o gênero possui a capacidade de modular o sistema imunológico, possui atividade hipoglicêmica e antitrombótica, diminui a pressão arterial e colesterol sangüíneo, e possui ação antitumoral, antinflamatória e antimicrobiana.
Atividade cardiovascular e redução do colesterol: O melhor e mais conhecido agente farmacológico redutor de colesterol é a lovastatina. Estudos apontam que espécies de Pleurotus são, entre os basidiomicetos, as de maior potencial produtor de lovastatina. Entre as espécies produtoras o Pleurotus ostreatus, é o maior produtor, sendo a lovastatina, encontrada em seus corpos frutíferos nas diferentes fases do seu desenvolvimento. Muitos cientistas, verificaram a redução de colesterol em ratos a partir de uma dieta com corpos frutíferos de Pleurotus ostreatus em pó.
Atividade antiinflamatória e antiviral: Efeitos imunológicos de glucanos, produzidos pelos Pleurotus, foram observados, não apenas contra células cancerígenas, mas também contra infecções virais, por produzirem o agente antiviral pleuromutilina, ativa contra o vírus da gripe. Os cogumelos Pleurotus eryngii e Pleutotus ostreatus, são recomendados pela Tradicional Medicina Chinesa para problemas nas juntas e para relaxamento muscular. O pó desses cogumelos são efetivos no tratamento de lumbago, problemas com tendões e má circulação sangüínea.
Atividade Anti-Microbiana: Na década de 40, foram estudadas atividades antimicrobianas de várias espécies de fungos. As substâncias antimicrobianas sintetizadas pelos cogumelos do gênero Pleurotus podem ser divididas em: polissacarídeos de baixo peso molecular, que em alguns casos também apresentam ação anticancerígena e antiviral, em resposta à estimulação do sistema imunológico; metabólitos secundários, devirados de compostos terpenóides e; em diferentes derivados de proteínas. Pesquisas científicas mostraram que extratos derivados de corpos frutíferos de várias espécies de Pleurotus produzem atividade antibiótica, especialmente contra Staphylococcus aureus.
Atividade antitumoral: A maioria das pesquisas sobre efeitos antitumorais de cogumelos foram conduzidas no Japão, onde foram estudados os potenciais anticarcinogênicos de diversos basidiomicetos, incluindo espécies do gênero Pleurotus . De acordo com uma dessas pesquisas o extrato de Pleurotus ostreatus inibiu 75,3 % do tumor Sarcoma 180, transplantado em ratos, após 10 dias de tratamento. Após cinco semanas o tumor desapareceu completamente.(fonte: br-business)

*100 g de Shimeji fresco contém: Calorias - 25 g Proteínas - 2,22 g Carboidratos - 4,44 mg Gordura - 0,556 g Fibras - 1,11 g Vit. B1 - 0,111 mg Vit. B2 - 0,444 mg Vit. B6 - 0,111 mg Folacina - 21,1 mcg Niacina - 3,89 mg Vit. C - 5,56 g Cálcio - 5,56 mg Ferro - 1,11 mg Potássio - 372 mg Sódio - 5,56 mg Zinco - 0,556 m
(fonte: Wikipédia)

Quiche Francesa de Shimeji

Ingredientes: Massa Patè Sablle: 250g de farinha de trigo, 125g de manteiga gelada, 1 gema, 60ml de água fria, pitada de sal.

Creme:1/2 litro de creme de leite fresco, 1/2 litro de leite, 6 ovos, 6 gemas, sal, pimenta do reino e nóz moscada.

Recheio: 200g de shimeji, 200g de queijo prato ralado, 120g de bacon bem picadinho, 1 pires de cebola roxa picadinha, 1 colher de sopa de manteiga, 1 pires de azeitonas verdes picadas, folhas de tomilho, sal e pimenta do reino.
Faz assim: Prepare a massa: Faça um monte com a farinha de trigo peneirada em uma tigela e faça um buraco no meio. Ali, coloque a manteiga, as gemas, a água e o sal. Misture tudo apenas até ficar homogêneo. Embrulhe em filme plástico e deixe descansar por 30 minutos na geladeira. Enquanto descança faça o recheio: Frite o bacon até ficar douradinho. Reserve. Na mesma panela, refogue a cebola na manteiga. Junte o shimeji e refogue mais um pouco. Volte o bacon a panela, junte as azeitonas, o tomilho e tempere com o sal e pimenta do reino. Reserve. Faça o creme: Junte todos os ingredientes numa tigela, misture bem e reserve.
Montagem: Abra a massa e forre uma assadeira de aro removível, não ha a necessidade de untar. Forre de modo que as laterais fique com uma sobra para que no momento de assar, a massa não caia da beira. Faça furos com o garfo pela massa para que ela não inche. Pré asse em forno pré-aquecido por uns 15 minutos. Retire do forno. Espalhe o recheio na massa pré assada e cubra com o queijo prato ralado. Volte ao forno apenas até que o queijo começe a derreter. Retire novamente do forno, apare as sobras das bordas para que fique retinha e coloque o creme por cima. Ele é bem aquoso mesmo. Deixe mais ou menos um dedo de sobra de massa para o creme não escorrer para fora. Volte ao forno até que o creme esteja bem cozido e firme. A impressão que dá é que o creme não vai endurecer mas é assim mesmo, ele fica firme porém extra macio. É o creme da Quiche Lorraine original francesa, apenas mudei o recheio por conta própria e ficou maravilhoso.

5 comentários:

ameixa seca disse...

Aqui em Portugal chamamos a grapefruit de toranja. Ela é mesmo azedinha mas é super saudável e faz muito bem :) Shimeji nunca comi a não ser naquelas comidinhas de restaurante chinês. Mas eu adoro tudo que é cogumelo :)

Mari disse...

C.Oliver, que mistura deliciosa quiche + shimeji. Ui! M.Bourdain

Claudia disse...

Carol,
Shimeji é campeão de audiência aqui em casa... mas eu sempre vou no tradicional. Manteiga e Shoyo, só!
Bjs

Marcia Gullo disse...

Nossa essa fotinho ta um delirio!!
Querida quando tiver um tempinho da uma passadinha la no BLOG DA GULLO, tem uma mensagem de natal, não deixe de ler, ta bom???

Bejus e inté.

Nela disse...

Olá Bonequinha !!!como vai a grande chefe de cozinha e sua bela família? me desculpe ontem tentei comentar mas a Carol devia estar a fazer o mesmo, e não consegui entrar amiga, sabe o meu desaparecimento, teve a ver com o pc, tenho tido um azar danado mesmo, até tenho deixado recadinhos para si no blog da Nana, mas se calhar não viu.E NO MEU BLOG TB, EXPLIQUEI O QUE ESTAVA ACONTECENDO, PRIMEIRO FIQUEI SEM PC, TORRE FOI PARA O ESPAÇO, SEGUIR FOI o PORTÁTIL DA FILHA APANHOU VÍRUS 2X e depois meu marido para me acontentar até eu comprar um novo, me trouxe este que tinha no trabalho e não era utilizado, nem sequer nunca tinha estado ligado á net veja lá, só que eu só conseguia abrir metade dos blogs, o seu e mais amigas eu não conseguia comentar, recebia, mas não podia retribuir, agora este já foi ao doutor e etá bom, e assim poupei uma "pipa de dinheiro" espero que não avarie tão rápido. As vezes á hora de almoço no trabalho comentava, mas o tempo é pouco e não conseguia, a filha á noite precisava do dela, pq, traz geralmente trabalho para fazer. Amiga tinha muitas saudades suas, ontem era 1,3O da manhã e ainda estava comentando, e hoje tinha que levantar cedo para trabalhar, mas logo já descanso. Pelo que tenho visto ou lido está muito bem rodeada de lindas meninaS BLOGUEIRAS AMIGAS,E eu não sou invejosa rsrsrs é mal que não me afecta, mas tenho pena de não estar mais perto para vos acompanhar, pq é bom ver a amizade que t~^em, parabéns querida.Também sei que faz parceria com a Nana do pimenta, e fiquei muito contente, de a estar a ajudar ela merece e tanto gostava de um lugar melhor! querida nunca me esqueço de si, é uma lutadora que consegui ser o que queria pq, lutou muito, eu a adoro que tenha sempre a ajuda devina e muita saúde, já vi as fotos que adorei mesmo,Flor prometo que depois a comento com calma e atenção, pq, tudo que escreve são ensinamentos para nós, agora vai outra vez me aturar falando muitooo,beijinhos grandes e obrigada por não se esquecer de mim. ;)