11/12/2008

YAKISOBA OU CHOP-SUEY, NÃO, É SOBA-SUEY!!

Olá amadas. Um prato que gosto muito é o Yakisoba. Sempre faço e todos adoram também aqui em casa. Na minha aula mundo China aprendi o macarrão Chop Suey, que é, particularmente um Yakisoba com algumas pequenas diferenças. O Nome Chop-Suey é chinês e o termo Yakisoba se designa mais a culinária japonesa. Uma diferença é que no Chop-suey vai peixe (camarão e lula) já no Yakissoba não, mas de resto é tudo a mesma coisa. Nas minhas comprinhas da Liberdade trouxe aquelas bandejas de legumes do Yakisoba, com cenoura, acelga, repolho e brócolis e já tinha aqui em casa o Soba, macarrão para o Yakisoba. Uniu-se uns cubos de frango e umas tirinhas de carne, um molinho especial e pimba, fez-se um Soba-Suey delicioso. Antes da receitinha, um pouco da história no Yakisoba.
Yakisoba


Yakisoba (焼きそば), também grafado yakissoba, é um prato de origem chinesa, muito popular na culinária japonesa, que significa literalmente macarrão sobá frito.
O prato, conhecido internacionalmente, é composto por legumes e verduras que podem ou não ser fritos juntamente com o macarrão e aos quais se agrega algum tipo de carne.
Comumente, o yakisoba japonês é feito com macarrão do tipo lámen e é assim que é consumido em diversos lugares, desde restaurantes, passando por fast-foods a feiras populares, no Japão ou fora dele. É prato indispensável nas festas tradicionais japonesas (Matsuris).

Modo de Preparo
O macarrão do yakisoba tem que ser do tipo sobá ou sobá de Okinawa, sendo comum o uso de macarrão do tipo talharim e o do tipo lámen, podendo ainda ser frito ou não.
O yakissoba chinês se mostra mais leve e menos gorduroso que o japonês, mas o conceito técnico do preparo nada difere com relação ao chinês. O que difere são alguns ingredientes mais pesados ou mais leves.[1]
O yakisoba tradicional é geralmente preparado grelhando numa chapa com repolho, cenoura, cebola e outras verduras mais carne bovina finamente fatiada, e temperada com o molho à base de shoyu e óleo de gergelim (similar ao molho de okonomiyaki). Depois de acrescentar o macarrão, tudo é bem misturado até que o macarrão frite um pouco.
Finalmente o yakisoba é posto em pratos individuais numa porção que costuma ser suficiente para uma refeição completa.
Uma alternativa para uma dieta vegetariana, estando fora de casa, é o yakisoba de legumes [2] que é preparado sem adição de carnes e é oferecido normalmente em restaurantes de comida oriental.

No Brasil
É um dos pratos mais tradicionais de Mato Grosso do Sul, notadamente na capital, Campo Grande, para onde foi levado por imigrantes japoneses originários da ilha de Okinawa, que chegaram à cidade em 1908, já no primeiro ano da imigração japonesa no Brasil.
Em São Paulo também é muito popular, sendo que o macarrão sobá (de trigo sarraceno) pode ser encontrado facilmente no bairro da Liberdade. Fora do bairro "japonês", o yakisoba é vendido em locais públicos, posto em barraquinhas rodantes.
Também no Brasil, o macarrão mais usado para o preparo de yakisoba doméstico é o macarrão lámen do tipo instantâneo, cozido sem tempero.



Soba-Suey





Ingredientes: 1 pacote de macarrão para yakisoba, 300g de mix de legumes/verduras para yakisoba picados (cenoura, acelga, brócolis e repolho roxo), 200g de cubos de peito de frango, 200g de baby beef em tirinhas, 50g de amendoim salgado e torrado, 2 xícaras de caldo de frango ou carne, óleo de gergilim, óleo de soja, molho de soja (shoyo), sal, pimenta do reino branca e açúcar.

Faz Assim: Cozinhe o macarrão conforme instruções do pacote (uns são 4 minutos outros 6 de cozimento e tem que ser certinho). Escorra imediatamente após o tempo indicado e passe por água fria. Espere escorrer um pouco. Aqueça um pouco de óleo de soja num wok e jogue o macarrão de uma vez para fritar. Deixe que fique bem fritinho e vire de uma vez como se fosse um panquecão para fritar do outro lado. Tire da wok e deixe sobre papel absorvente. Reserve. Na mesma wok coloque mais óleo de soja e frite o frango e a carne juntos. Quando bem fritos, retire da wok e reserve. Coloque óleo de gergelim no wok e junte os legumes e verduras. Frite por mais ou menos 1 minuto. Junte as carnes e misture bem. Acrescente uma xícara de caldo e os temperos, shoyo, sal, pimenta do reino branca e uma pitada de açúcar. Mexa bem e deixe cozinhar por uns 2 minutos com a panela tampada. Dissolva duas colheres rasas de maizena em meia xícara de caldo e junte ao refogado e deixe que o molinho engrosse um pouco. Se achar que está sem molho, junte a outra metade da xícara do caldo. Coloque o macarrão na travessa de servir, jogue o refogado por cima e finalize com os amendoins. Aproveite!!

17 comentários:

ameixa seca disse...

Só me falta a wok para cozinhar uma bela yakissoba :)

edinha disse...

Gosto destes pratos :)
Beijinho

Martuxa disse...

Adoro. Vou tomar nota para mais tarde experimentar no meu wok :)

Beijinhos

angela disse...

Humm!! devidamente anotada. Adorei.

Valeria disse...

Cerejinha que interessante ....não sabia que os okinawanos é que praticamente adaptaram o yakisoba no Brasil!!Adorei este post.
Realmente o yakisoba daqui....não gosto não!!Vixi...parece um elástico caramelado...muito dôce.
O que se come em restaurante chinês ainda é um pouquinho melhor.
O seu com certeza estã muito muito mais ao meu gosto!!
Bjs

Nana disse...

Tia tia, agora eu posso comer?! kkk
Ficou uma maravilha, bem, eu sou apaixonada por essa culinária.
Tudo de bom.
bjs

Ana Powell disse...

Olá cerejinha
Obrigada pela explicação.
Ficou excelente. Desejo-te um feliz fim de semana x

Emília disse...

Oi Carol! Nossa, eu adoro yakissoba, e prefiro os do Brasil, claro que como os daqui, mas os do Brasil são imbatíveis!
Beijinhos

Bergamo disse...

Acho que toda profissão é louca sabe? Umas mais outras menos talvez...
Abraços,
Bergamo

Inspirações da Jô disse...

Carolzinha,
Obrigado pelas visitas lá no meu blog e pelas palavras de apoio e carinho, valeu de coração!!!!!Agora em se falando de comida,esse yakissoba está uma maravilha!!!!Também, vindo de vc, não poderia ser diferente!!!!!
Beijos e até mais!!!!!

Cristina Momentos Preciosos disse...

Adorei o post,as informações foram muito interessantes e claro a receita fantástica,parabéns Carol pela divulgação:):)

Mari disse...

Nham, nham....C.Oliver!

Nela disse...

Querida, mais uma lição de boa comida, e de sabedoria parabéns, então deve andar a correr tal como eu não? olhe querida ainda não lhe desejo as Boas Festas, pq, para a semana ponho um postye desejando, beijinhos e desculpe ser tão rápido, mas é mesmo a correr.

Nela disse...

Outra coisa que me esqueci, tenho lá um selinho, que não sei se já o tem, eu não passei a ninguem pq, aquase toda a gente o tem, se não o tiver, o retir por favor, ofereço a quem não tem ainda, bjs.

EU MULHER disse...

Eu amo esse prato! Vou fazer urgente.


Um beijo e Feliz Natal!

Mari disse...

C.Oliver, feliz natal para vc e toda a sua família. Beijos, M. Bourdain

Anônimo disse...

Boas Festas! Feliz Ano Novo!
Bjs. Bombom